IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Indústria da zona do euro contrai no ritmo mais forte em 6 anos, aponta PMI

01/08/2019 07h35

LONDRES (Reuters) - A atividade industrial na zona do euro contraiu no ritmo mais forte desde o final de 2012 em julho conforme a demanda encolheu, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

Indicadores antecedentes na pesquisa sugerem que o setor não irá se recuperar em breve e deve preocupar as autoridades do Banco Central Europeu, que na semana passada prometeram afrouxar ainda mais a política monetária se a perspectiva de crescimento para o bloco se deteriorar.

O PMI final de indústria do IHS Markit ficou em 46,5 em julho, contra preliminar de 46,4 mas abaixo dos 47,6 de junho, registrando o sexto mês seguido abaixo da marca de 50 que separa crescimento de contração.

O resultado de julho foi o mais fraco desde dezembro de 2012 e uma medida de produção caiu para a mínima de mais de seis anos de 46,9, sobre 48,5 em junho.

"O aumento das preocupações geopolíticas, incluindo as guerras comerciais e o Brexit, e preocupações com o crescimento econômico mais lento tanto interna quanto externamente foram citados como tendo enfraquecido a demanda e afetado a confiança nas perspectivas", disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

O índice de produção futura, que mede o otimismo, caiu a 52,6 de 56,6, leitura mais baixa desde o final de 2012.

Economia