IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

UE enfrenta "desafio urgente" com avanço de peste suína africana

08/08/2019 14h59

Por Daphne Psaledakis

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia enfrenta como desafio urgente o combate ao surto de peste suína africana que ameaça a indústria de porcos da Bulgária, afirmou nesta quinta-feira uma porta-voz da Comissão Europeia.

As nações da UE estão sendo afetadas neste momento pela doença, com surtos particularmente graves na Bulgária e em sua vizinha Romênia. Até julho, a Eslováquia também havia registrado a peste em quatro criações domésticas.

"O combate à peste suína africana na UE representa um desafio extremo e urgente", disse à Reuters via e-mail a porta-voz da Comissão, Anna-Kaisa Itkonen.

A Bulgária, um dos Estados mais pobres da UE, já reportou mais de 30 surtos da doença --que é incurável em porcos, mas inofensiva para humanos-- em criações industriais ou domésticas. Cerca de 130 mil porcos já foram abatidos.

O vice-ministro da Agricultura da Bulgária afirmou na quarta-feira que o país falhou em conter o avanço de doença, enquanto especialistas dizem que a nação pode perder toda a sua indústria de 600 mil porcos.

A situação é "muito preocupante", disse Itkonen à imprensa nesta quinta-feira, exigindo ações contra uma "doença animal catastrófica" que autoridades búlgaras do setor temem que possa causar danos de até 2 bilhões de levs (1,15 bilhão de dólares).

(Reportagem de Daphne Psaledakis)

Mais Economia