IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Lucro do Magazine Luiza aumenta mais de 170% no 2º trimestre

Loja da rede Magazine Luiza - Divulgação
Loja da rede Magazine Luiza Imagem: Divulgação

Gabriela Mello

12/08/2019 21h02

A varejista de eletrônicos e eletrodomésticos Magazine Luiza anunciou nesta segunda-feira que seu lucro líquido no segundo trimestre quase triplicou em relação ao ano anterior, auxiliado por créditos fiscais não recorrentes e vendas fortes impulsionadas em grande parte pelo comércio eletrônico.

A empresa teve lucro líquido de 386,6 milhões de reais, um aumento de 174,7% em relação ao mesmo período de 2018. O número também inclui a compra da varejista online de calçados Netshoes em uma transação de 114,9 milhões de dólares concluída em 14 de junho.

Excluindo a adoção das normas internacionais de contabilidade, conhecidas como IFRS 16, créditos fiscais, Netshoes e outras provisões, o lucro líquido do Magazine Luiza foi de 108,5 milhões de reais, uma queda de 23,9% ano a ano.

Os analistas esperavam, em média, lucro líquido de 103,87 milhões de reais, segundo dados do Refinitiv.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) cresceu 21,6% em relação ao ano anterior, para 379,9 milhões de reais, superando uma estimativa consensual de 291 milhões de reais compilados pela Refinitiv.

As vendas totais, incluindo lojas físicas, e-commerce tradicionais e fornecedores terceirizados, aumentaram 24,4% no trimestre, para 5,747 bilhões de reais.

O Magazine Luiza informou que seu e-commerce representou 41,5% do total de vendas no período, comparado a 33% um ano antes. As vendas online cresceram 56,2%, impulsionadas por fornecedores terceirizados em sua plataforma de mercado.

A receita líquida trimestral subiu 16,6%, a 4,308 bilhões de reais. As despesas operacionais subiram 16,3%, para 933,2 milhões de reais.

Economia