IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Vice-premiê da China conversou com autoridades dos EUA, diz Ministério do Comércio

13/08/2019 12h38

PEQUIM (Reuters) - Autoridades chinesas e norte-americanas conversaram por telefone nesta terça-feira, enquanto o lado chinês expressou formalmente descontentamento com tarifas adicionais sobre produtos chineses cuja aplicação está programada para o próximo mês, informou o Ministério do Comércio da China em comunicado.

O comunicado foi divulgado quase ao mesmo tempo que o Escritório do Representante de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, disse que os Estados Unidos adiarão a imposição de uma tarifa de 10% sobre alguns dos produtos, incluindo laptops e telefones celulares.

A declaração chinesa não mencionou esse adiamento.

O vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, conversou com o Lighthizer e com o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, informou o comunicado. "Ambos os lados concordam em conversar de novo por telefone dentro de duas semanas", afirmou.

O ministro do Comércio da China, Zhong Shan, e o presidente do Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês), Yi Gang, também participaram da conversa por telefone, disse o comunicado.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou no início deste mês que Washington planejava impor tarifas de 10% sobre 300 bilhões de dólares restantes das importações chinesas, encerrando uma trégua comercial que durou um mês.

(Reportagem de Meg Shen e Se Young Lee)

Economia