IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Cotações


Crescimento empresarial da zona do euro se recupera em agosto mas perspectiva piora, mostra PMI

12.out.2012 - Bandeira da União Europeia - Jens Kalaene/AFP
12.out.2012 - Bandeira da União Europeia Imagem: Jens Kalaene/AFP

22/08/2019 07h33

Por Rahul Karunakar

BANGALORE (Reuters) - O crescimento empresarial da zona do euro acelerou um pouco em agosto, ajudado pela atividade de serviços e com a contração a um ritmo mais lento da indústria, mas temores sobre a guerra comercial derrubaram as expectativas para o nível mais fraco em mais de seis anos, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI Composto preliminar do IHS Markit subiu em agosto a 51,8 de 51,5 em julho, acima da expectativa em pesquisa da Reuters de 51,2. Leitura acima de 50 indica crescimento.

Mas o subíndice composto de produção futura, que mede o otimismo geral das empresas, caiu a 55,5, nível mais baixo desde maio de 2013, de 58,5 em julho.

"A dinâmica da economia da zona do euro ficou pouco alterada em agosto, com o crescimento sólido em serviços continuando a manter a economia viva apesar do declínio da indústria", disse Chris Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

"Embora a taxa de expansão geral tenha subido, ainda vemos uma alta do PIB de apenas 0,1% a 0,2%, com base nos dados do PMI para o terceiro trimestre até agora."

Houve uma modesta retomada entre as empresas de serviços do bloco, com o PMI preliminar subindo a 53,4 de 53,2 em julho e expectativa de 53,

A atividade industrial contraiu pelo sétimo mês seguido, embora a uma taxa mais lenta do que no mês anterior, com o índice indo a 47,0 de 46,5 em julho e expectativa de 46,2.

Mais Cotações