PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Índices da China caem, e yuan atinge mínima em 11 anos com guerra comercial

Winni Zhou e Noah Sin

26/08/2019 07h34Atualizada em 26/08/2019 09h08

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - O yuan recuou para a mínima em 11 anos contra o dólar nesta segunda-feira, e as ações chinesas caíram com a intensificação da disputa comercial com os Estados Unidos, ameaçando prejudicar ainda mais as duas maiores economias do mundo.

O yuan negociado no mercado doméstico chegou a cair 0,7% nos primeiros minutos de negociação, para 7,15 por dólar, nível mais baixo desde fevereiro de 2008 e a segunda maior queda diária no mês. O yuan no exterior caiu para a mínima recorde de 7,1850.

Mas a moeda reduziu as perdas depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta segunda-feira acreditar que Pequim quer fechar um acordo comercial. Trump disse que a China entrou em contato com autoridades comerciais dos EUA para dizer que quer retornar à mesa de negociações.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 1,44%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,17%, com as declarações de Trump chegando às mesas pouco antes do fechamento.

A guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo se intensificou na sexta-feira, com ambos os lados adotando mais tarifas sobre as exportações um do outro.

Trump anunciou uma taxa adicional sobre cerca de US$ 550 bilhões sobre produtos chineses, horas depois de a China divulgar tarifas retaliatórias sobre US$ 75 bilhões em mercadorias dos EUA.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,17%, a 20.261 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,91%, a 25.680 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,17%, a 2.863 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,44%, a 3.765 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,64%, a 1.916 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,74%, a 10.354 pontos.
  • Em SINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,45%, a 3.065 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,27%, a 6.440 pontos.