PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Comentários promissores sobre o comércio impulsionam índices europeus

26/09/2019 09h42

Por Shreyashi Sanyal e Sruthi Shankar

(Reuters) - As ações da Europa operavam em alta nesta quinta-feira, lideradas pelo setor de tecnologia, depois que comentários encorajadores da China sobre o comércio com os Estados Unidos acalmaram o sentimento do mercado, que tem sido abalado por preocupações com o crescimento global e tensões políticas.

Às 8:39 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 subia 0,7%, a 1.535 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhava 0,67%, a 390 pontos.

O Ministério do Comércio da China disse que o país está em estreita comunicação com os EUA e se prepara para progredir nas negociações comerciais em outubro.

Embora os investidores estejam monitorando essas interações de perto e duvidem que um acordo possa ser fechado entre os dois lados em um futuro próximo, eles estão esperançosos por qualquer sinal de progresso nas negociações.

As ações de tecnologia --sensíveis ao comércio-- avançavam 1,1%, ajudando o desempenho do STOXX 600.

Os comentários sobre o comércio EUA-China também ajudaram os mercados a reverter perdas iniciais, depois que a Bloomberg informou que a Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizará os Estados Unidos a impor tarifas sobre quase 8 bilhões de dólares em produtos europeus devido a auxílios estatais ilegais fornecidos à fabricante de aeronaves Airbus.

Os mercados de ações europeus fecharam em uma mínima em duas semanas na quarta-feira, devido a receios de um inquérito de impeachment contra o presidente dos EUA, Donald Trump, e sem uma visão clara de progresso nas negociações comerciais entre as duas maiores potências do mundo.

A confiança dos investidores também foi abalada pelas leituras fracas dos dados econômicos e pelos alertas recentes sobre o lucro das grandes empresas europeias, que alimentaram o medo renovado de fracos resultados corporativos na próxima temporada de divulgações trimestrais.

. Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 1,00%, a 7.362 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX subia 0,43%, a 12.286 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 0,71%, a 5.623 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de 0,73%, a 21.947 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava alta de 0,22%, a 9.105 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizava-se 1,18%, a 4.932 pontos.