IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Inflação na zona do euro cai mais do que o esperado em setembro

16/10/2019 07h33

Por Francesco Guarascio

BRUXELAS (Reuters) - A inflação na zona do euro caiu para o ritmo mais lento em mais de três anos em setembro, mais do que o estimado anteriormente, informou nesta quarta-feira a agência de estatísticas da União Europeia.

O recuo deve levantar novas preocupações sobre a situação da economia da zona do euro e pode reacender o debate dentro do Banco Central Europeu sobre como buscar seu objetivo de manter a inflação perto mas abaixo de 2% no médio prazo.

A Eurostat informou que os preços nos 19 países da zona do euro subiram 0,8% em setembro sobre o ano anterior, contra estimativa anterior de 0,9% e expectativa do mercado de 0,9%.

A agência também informou que o superávit comercial com o resto do mundo avançou para 14,7 bilhões de euros em agosto, de 11,9 bilhões no anterior, uma vez que as importações caíram mais do que as exportações.

A leitura revisada da inflação marcou uma desaceleração mais intensa do que a taxa de 1% de agosto. Foi o resultado mais fraco desde novembro de 2016, quando os preços subiram 0,6%.

Entretanto, o núcleo da inflação que elimina os preços voláteis de energia e alimentos não processados e é monitorado de perto pelo BCE, avançou para 1,2% em setembro de 1,1% em agosto, em linha com a preliminar da Eurostat de 1 de outubro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia