PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Temer é absolvido de acusação de obstrução de Justiça por conversa com Joesley

17/10/2019 13h30

BRASÍLIA (Reuters) - A Justiça Federal de Brasília absolveu o ex-presidente Michel Temer em um processo que era réu por obstrução de Justiça no caso referente a uma conversa que ele teve com o empresário Joesley Batista, do grupo J&F, controlador da JBS.

O caso refere-se a uma suposta compra de silêncio feita por Joesley e estimulada por Temer do doleiro Lucio Funaro e do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha.

O juiz Marcos Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, argumentou na sentença que o Ministério Público Federal editou a transcrição do diálogo da conversa de Temer com Joesley, mudando o seu sentido.

A conversa, base da denúncia feita pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot contra Temer quando ele ocupava a Presidência, mostra o ex-presidente dizendo a célebre frase “tem de manter isso, viu?” a Joesley.

Seria, segundo a acusação, uma referência a pagamentos que Joesley estaria fazendo a Cunha na tentativa de evitar que ocorresse uma delação premiada do ex-parlamentar.

Em março, Temer foi preso temporiamente em outra investigação, por ordem do juiz Marcelo Bretas, que conduz a operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

(Reportagem de Ricardo Brito)