IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Acordo comercial EUA-China não precisa ser assinado no próximo mês, diz secretário dos EUA

21/10/2019 11h22

WASHINGTON (Reuters) - O acordo comercial entre Estados Unidos e China não precisa ser finalizado no próximo mês, disse o secretário de Comércio dos EUA nesta segunda-feira, mesmo após o presidente norte-americano, Donald Trump, ter dito que gostaria de assiná-lo quando encontrar seu colega chinês na cúpula da Apec.

"Tem que ser o acordo certo, e não em novembro", disse Wilbur Ross à Fox Business Network em entrevista. "É mais importante que seja um acordo adequado do que exatamente quando vais ocorrer."

Trump anunciou a "primeira fase" de um acordo comercial na Casa Branca em 11 de outubro, ao lado do vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, após dois dias de negociações em Washington com representantes chineses.

O movimento suspendeu um aumento de tarifas planejado para este mês, mas poucos detalhes finais surgiram sobre o pacto, que Trump disse que pode levar até cinco semanas para ser redigido.

O presidente disse que provavelmente assinará o acordo quando se reunir com o presidente chinês, Xi Jinping, na cúpula de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico, que será realizada em meados de novembro em Santiago, no Chile.

Perguntado se ele se importaria de adiar a assinatura na Apec, Ross disse: "O principal pensamento é acertar tudo do que de fato assinarmos. Esse é o elemento importante. É com isso que o presidente está comprometido."

"Seja neste dia ou naquele dia, pode ser interessante para a mídia, mas não é o jogo real", disse ele à rede Fox Business Network.

(Por Susan Heavey)

(Stéfani Inouye)

Economia