Topo

Governo brasileiro vende 1º projeto de mineração listado no PPI

21/10/2019 18h52

SÃO PAULO (Reuters) - O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) vendeu nesta segunda-feira o primeiro projeto de mineração no âmbito do Programa de Parceria de Investimento (PPI) para a Perth Recursos Minerais.

A companhia arrematou os direitos de exploração do complexo em Palmeirópolis (TO), que contém mais de um elemento em quantidades para aproveitamento econômico, como zinco, cobre, chumbo e ouro, segundo nota do governo.

A CPRM detém cerca de 330 direitos minerários, divididos em 30 blocos, que serão ofertados à iniciativa privada.

Além do complexo de Palmeirópolis, outros quatro ativos minerais estão qualificados no PPI: Carvão Candiota (RS), Fosfato de Miriri (PE/PB), Cobre de Bom Jardim (GO) e Caulim do Rio Capim (PA).

Com proposta única, a empresa ofereceu 1,71% em royalties sobre a receita bruta, na fase de produção, além de 15 milhões de reais em bônus.

Em investimentos, são esperados mais de 255 milhões de reais, além da expectativa de geração de 2.500 empregos.

A Perth Recursos Minerais é constituída no Brasil, mas de origem australiana e com capital do fundo MMH Capital, de Dubai, nos Emirados Árabes, segundo nota do governo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia