IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Índices de Wall Street fecham em alta, mas ações de semicondutores recuam

April Joyner

23/10/2019 17h25Atualizada em 23/10/2019 18h47

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos tiveram altas leves nesta quarta-feira, com investidores ignorando balanços fracos das gigantes Boeing e Caterpillar, embora um panorama de receitas abaixo do esperado da Texas Instruments tenha pressionado as ações de fabricantes de chips.

O Dow Jones teve alta de 0,17%, a 26.833,95 pontos, enquanto o S&P 500 subiu 0,28%, para 3.004,52 pontos, e o Nasdaq Composto avançou 0,19%, para 8.119,79 pontos.

As ações de Boeing e Caterpillar avançaram mais de 1% apesar dos balanços ruins de ambas as empresas.

A fabricante de aeronaves reportou uma queda de 53% em seu lucro trimestral, mas reafirmou o prazo para que seu 737 MAX retorne aos serviços. Já as vendas da Caterpillar na Ásia recuaram, mas a empresa disse que as tarifas decorrentes da guerra comercial ente EUA e China terão um impacto menor em seus negócios do que anteriormente estimado.

Sem novidades nas relações comerciais, os focos do mercado se voltaram para os balanços e outros anúncios de companhias. Segundo diversos analistas, as ações de Boeing e Caterpillar foram resilientes porque as quedas nas receitas já eram esperadas, dados os desafios que ambas enfrentaram ao longo do ano.

"A Caterpillar certamente foi afetada pelo impacto da guerra comercial, então não foi necessariamente tão surpreendente", disse Shannon Saccocia, diretora de investimentos do Boston Private. "A Boeing teve seus próprios problemas com o 737 MAX."

Por outro lado, as ações da Texas Instruments recuaram 7,5% após a fabricante de chips projetar receitas abaixo das estimativas de Wall Street para o quarto trimestre. Os resultados também derrubaram outras empresas de semicondutores, como Intel e Broadcom. O índice Philadelphia de semicondutores cedeu 1,9%.

Altas nas ações de Apple e Facebook ajudaram a alavancar os principais índices.

A Apple avançou 1,3% após o Morgan Stanley afirmar que o lançamento do serviço de streaming Apple TV+ pode impulsionar suas receitas com serviços, enquanto o Facebook subiu 2,1% após seu CEO, Mark Zuckerberg, tranquilizar parlamentares norte-americanos sobre a Libra, moeda digital planejada pela empresa.

(Reportagem de April Joyner, com reportagem adicional de Shreyashi Sanyal e Arjun Panchadar em Bengaluru)

Economia