PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Wall St bate novos recordes após Mnuchin dizer que acordo comercial será assinado em janeiro

19/12/2019 13h35

Por Uday Sampath Kumar

(Reuters) - Wall Street subia nesta quinta-feira, batendo novos recordes históricos, depois que o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, disse que Washington e Pequim vão assinar um acordo comercial inicial no início de janeiro, com os operadores também ignorando o processo de impeachment contra o presidente Donald Trump.

Em entrevista à CNBC nesta quinta-feira, Mnuchin disse que o acordo já havia sido colocado no papel e que não estará sujeito a renegociação.

Os três principais índices bateram novos recordes intradiários, aproveitando-se uma onda que começou na semana passada com um avanço nas negociações comerciais entre as duas principais economias do mundo e com as esperanças de um Brexit mais suave, o que também melhorou o sentimento global e aliviou os temores de recessão.

Dados divulgados nesta quinta mostraram que o mercado de trabalho dos EUA está apenas se fortalecendo, com o número de norte-americanos entrando com pedidos de auxílio-desemprego caindo em relação a uma máxima em de dois anos na semana passada.

O mercado também ignorava o processo de impeachment de Trump, já que o Senado norte-americano --controlado pelos republicanos-- não deve condená-lo e removê-lo do cargo.

Às 13:25 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,47%, a 28.371 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,230012%, a 3.198 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,43%, a 8.865 pontos.