PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Economia dos EUA deve ter crescido moderadamente no 4º tri

30/01/2020 07h36

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - A economia dos Estados Unidos provavelmente manteve um ritmo moderado de crescimento no quarto trimestre e mais uma vez deve ter ficado aquém da meta de crescimento anual do governo Trump de 3% devido à queda no investimento empresarial em meio às tensões comerciais.

A prévia do Produto Interno Bruto que o Departamento do Comércio divulgará nesta quinta-feira deverá mostrar que os três cortes de juros feitos pelo Federal Reserve em 2019 ajudaram a manter a mais longa expansão na história, agora em seu 11º ano.

Entretanto, o crescimento está desacelerando conforme perde força o estímulo das reduções tributárias em 2018, um pacote que o presidente Donald Trump previa que impulsionaria o crescimento acima de 3%. Até agora ficou abaixo dessa meta.

O relatório será divulgado depois que o Fed decidiu manter os juros na véspera. O chairman do banco central, Jerome Powell, disse a repórteres na quarta-feira que o Fed espera "que o crescimento econômico moderado continue" mas também acenou para alguns riscos, incluindo o recente surto de coronavírus na China.

A guerra comercial de 18 meses entre EUA e China no ano passado alimentou temores de uma recessão. Embora o cenário econômico tenha melhorado com a assinatura da fase 1 do acordo, economistas não veem impulso para a economia.

O PIB provavelmente cresceu a uma taxa anualizada de 2,1% no quarto trimestre já que custos mais baixos de empréstimo encorajaram as compras de veículos, imóveis e outros itens grandes, de acordo com pesquisa da Reuters junto a economistas. Uma conta menor de importações e mais gastos do governo também devem ter mantido o PIB no mesmo ritmo registrado no terceiro trimestre.