PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

Efeito do covid-19 na B2W será nos prazos de entrega de encomendas da China

Homem caminha na estação de trem de Shangai, na China, coberto com uma sacola plástica em meio ao aumento de casos de covid-19 no país - ALY SONG/REUTERS
Homem caminha na estação de trem de Shangai, na China, coberto com uma sacola plástica em meio ao aumento de casos de covid-19 no país Imagem: ALY SONG/REUTERS

Aluísio Alves

Da Reuters, em São Paulo

21/02/2020 13h08

A B2W não prevê efeitos imediatos em seus resultados do surto de covid-19 que começou na China, mas pode alongar os prazos de entregas de algumas encomendas internacionais, disse nesta sexta-feira um executivo do grupo de comércio eletrônico.

"O coronavírus não deve ter efeito material de curto prazo sobre nossos negócios", afirmou o diretor de relações com investidores da companhia, Raoni Lapagesse, durante teleconferência sobre os resultados do quarto trimestre.

Por outro lado, o executivo afirmou que a B2W já alongou alguns prazos de entrega para algumas encomendas internacionais, refletindo problemas provocados nas cadeias de fornecimento de alguns produtos, mas não detalhou quais.

De todo modo, a companhia mantém planos de abrir um segundo escritório na China. A B2W já tem uma unidade na China continental e o próximo será em Hong Kong.

Em relação à logística doméstica, Lapagesse afirmou que a companhia deve experimentar ao longo do ano um grande salto na velocidade de entrega de produtos.

"A B2W está pronta para ter grande redução dos prazos de entrega, para serem contados em horas em vez de dias, disse.

Economia