PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Airbus adiciona linha de crédito de 15 bilhões de euros e corta dividendo

23/03/2020 10h06

Por Matthieu Protard e Tim Hepher

PARIS (Reuters) - A Airbus aumentou sua liquidez com uma linha de crédito de 15 bilhões de euros nesta segunda-feira, enquanto suspendeu sua previsão para 2020 em resposta à crise do coronavírus que paralisou grande parte da frota aérea global.

A fabricante de aviões europeia se juntou à rival norte-americana Boeing cortando seu dividendo de 2019, com valor total de 1,4 bilhão de euros.

"Essas medidas são projetadas para proteger o futuro da Airbus e garantir que possamos retomar os negócios atuais ou futuros assim que a situação melhorar", disse o presidente-executivo, Guillaume Faury, a repórteres.

A Airbus não sacou dinheiro de nenhuma linha de crédito e afirmou ter liquidez suficiente para lidar com a crise, com cerca de 30 bilhões de euros em liquidez disponível.

Faury pediu "uma forte ajuda do governo" para as companhias aéreas de todo o mundo que foram forçadas a paralisar frotas, bem como para os fornecedores aeroespaciais passando por dificuldades.

Na semana passada, a Boeing, já prejudicada pela suspensão de seu avião 737 MAX, pediu 60 bilhões de dólares aos EUA para ajudar o setor aeroespacial.