PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Governo pode estender suspensão de pagamento da dívida para outros Estados, diz Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada - ADRIANO MACHADO
Presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada Imagem: ADRIANO MACHADO

23/03/2020 12h23

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que o governo poderá estender para outros Estados a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, de suspender o pagamento da dívida de São Paulo com a União para direcionar os recursos para ações contra o coronavírus.

A decisão, tomada por liminar no domingo, prevê que a Secretaria de Saúde do Estado precisa comprovar o uso dos recursos em ações de combate à epidemia.

Segundo Bolsonaro, a decisão de Moraes será discutida com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

"A gente pode (estender para outros Estados), mas tem que ouvir o Paulo Guedes. Ele que vai dizer quanto custa na ponta da linha, parece que são 18 bilhões de reais que custaria essa medida para outros Estados. E pelo que me consta também São Paulo é o Estado que mais deve. Acredito que para atender os outros é uma importância que equivale atender São Paulo sozinho", afirmou.

Segundo os dados apresentados pelo governo de São Paulo na ação, cada parcela mensal da dívida é de 1,2 bilhão de reais, o que somaria 7,2 bilhões de reais ao longo de seis meses.

Bolsonaro terá duas videoconferências com governadores das regiões Norte e Nordeste na tarde desta segunda, e a suspensão do pagamento das dívidas dos Estados será um dos itens da pauta.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)