PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cotações

Ações europeias registram melhor dia desde 2008 com esperanças de mercados mais calmos

O índice ainda estava cerca de 30% abaixo de um pico recorde atingido em fevereiro - iStock
O índice ainda estava cerca de 30% abaixo de um pico recorde atingido em fevereiro Imagem: iStock

Ambar Warrick e Sagarika Jaisinghani

Da Reuters

24/03/2020 14h48

Por Ambar Warrick e Sagarika Jaisinghani

(Reuters) - As ações europeias subiram nesta terça-feira, recuperando as perdas de uma semana com a perspectiva de alguma estabilidade em relação às recentes medidas de estímulo.

Às 14:47 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 subia 8,42%, a 1.197 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhava 8,4%, a 304 pontos, em sua sessão mais forte desde o final de 2008.

O índice ainda estava cerca de 30% abaixo de um pico recorde atingido em fevereiro, depois que o medo em relação ao choque econômico causado pelo coronavírus provocou vendas generalizadas nas últimas semanas.

Quase todos os constituintes do índice fecharam no positivo, com um salto nas ações do outro lado do Atlântico também reforçando o sentimento. Valores baixos provocaram um certo grau de caça às pechinchas.

Com vários grandes governos e bancos centrais anunciando medidas para aumentar a liquidez e compensar o impacto do surto de coronavírus, os investidores esperavam alguma estabilidade nos mercados em meio à volatilidade vertiginosa.

O chamado medidor de medo da Europa caiu para 52,53, menor nível em quase duas semanas, depois de ter atingido máximas de 12 anos mais cedo no mês.

"Considerando a forma como esses mercados operaram no último mês, certamente não estou confiante de que o pior da queda esteja para trás, mas vimos um pouco mais de estabilidade na última semana", afirmou em nota Craig Erlam, analista de mercado sênior na OANDA.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 9,05%, a 5.446 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 10,98%, a 97.700 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 8,39%, a 4.242 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 8,93%, a 16.948 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 7,82%, a 6.717 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 7,82%, a 3.881 pontos.

Cotações