PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Wall Street avança com mais recente programa de resgate do Fed

09/04/2020 17h23

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) - Wall Street encerrou a semana de negociações em alta nesta quinta-feira, quando o Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) lançou seu mais recente programa projetado para impulsionar governos e empresas locais atingidos por medidas para conter o surto do coronavírus.

O índice de referência S&P 500 registrou seu melhor ganho semanal desde 1974, em uma semana abreviada pelo feriado, reforçado por sinais iniciais de que o surto do coronavírus estava atingindo um pico, além de estímulos globais agressivos.

Sob o pacote de 2,3 trilhões de dólares do Fed, a autoridade monetária disse que trabalhará com bancos para oferecer empréstimos de quatro anos a empresas de até 10 mil funcionários e comprar, de forma direta, títulos de Estados e municípios e cidades mais populosas.

"A compra de títulos especulativos, minha nossa, bastante inesperado, então é uma abertura muito forte, e todos os nomes atingidos, incluindo energia, decolaram", disse Tim Ghriskey, estrategista-chefe de investimentos do Inverness Counsel em Nova York.

O segmento financeiro avançou 5,19%, representando o maior impulso para o S&P 500, com os bancos valorizando acentuadamente diante do suporte do Fed. O J.P. Morgan subiu 8,97%, conduzindo os ganhos do Dow Jones. As ações do iBoxx High Yield Corporate Bond Fund avançaram 6,55%.

Isso ajudou a amenizar o impacto de outro relatório difícil sobre o mercado de trabalho, com pedidos semanais de auxílio-desemprego superando a marca de 6 milhões pela segunda semana consecutiva.

"Todo mundo espera resultados muito ruins e dados econômicos muito ruins. Tudo será focado em quando a recuperação acontecerá e em quais partes da economia voltarão mais rapidamente", disse Ghriskey.

Os setores defensivos e de serviços públicos aumentaram mais de 4%.

O Dow Jones Industrial Average avançou 1,22%, para 23.719,37 pontos, o S&P 500 ganhou 1,45%, para 2.789,82 pontos e o Nasdaq Composite valorizou 0,77%, para 8.153,58 pontos.

Na semana, o Dow avançou 12,7%, o S&P cresceu 12,1% e o Nasdaq valorizou 10,6%.