PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Índices europeus sobem com dados comerciais da China e redução de temores sobre coronavírus

14/04/2020 13h50

Por Shreyashi Sanyal e Sagarika Jaisinghani

(Reuters) - As ações europeias terminaram em alta nesta terça-feira, com dados melhores do que o esperado da China se somando a sinais de que os amplos bloqueios para conter a disseminação do coronavírus estão funcionando.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,69%, a 1.310 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,64%, a 334 pontos, após um forte final na semana passada, impulsionado por outra rodada agressiva de estímulos e sinais de que o vírus estaria chegando a seu pico em alguns pontos críticos.

"Há esperanças de que a pandemia de Covid-19 esteja atingindo um ponto de inflexão e que a UE conseguirá passar por isso", disse Cameron Brandt, diretor de pesquisa do provedor de dados de fluxo de fundos EPFR.

"Energia mais barata, reabastecimento de estoque e demanda reprimida estimularão uma recuperação significativa da atividade econômica durante o segundo semestre de 2020."

As ações espanholas subiram 0,5% com a reabertura de algumas empresas na segunda-feira, embora lojas, bares e espaços públicos sigam fechados até pelo menos 26 de abril.

Quase todas as principais bolsas de países europeus fecharam em alta, com o sentimento também impulsionado por dados que mostraram um declínio menor do que o esperado nas exportações e importações da China. Analistas, no entanto, alertaram que uma recuperação firme está a meses de distância.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,88%, a 5.791 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,25%, a 10.696 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,38%, a 4.523 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,36%, a 17.558 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,54%, a 7.108 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,83%, a 4.231 pontos.

PUBLICIDADE