PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Cotações

Ações europeias interrompem rali de cinco dias com balanços destacando impacto do coronavírus

15/04/2020 13h56

Por Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias fecharam firmemente no vermelho nesta quarta-feira, encerrando um rali de cinco dias à medida que o primeiro lote de balanços corporativos destacava os danos empresariais causados pela pandemia de coronavírus, enquanto o setor de energia afundou com preocupações sobre uma queda na demanda por petróleo.

Quedas da Total, Royal Dutch Shell e BP levaram o índice europeu de energia ao seu ponto mais baixo este mês, depois que os preços do petróleo foram atingidos por previsões de que a demanda global vai cair a seus piores níveis em 25 anos. [O/R]

O índice FTSEurofirst 300 caiu 3,17%, a 1.268 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 3,25%, a 323 pontos, depois de ter subido quase 8% desde 6 de abril devido a sinais iniciais de que a crise da saúde estava diminuindo e com a esperança de que medidas de bloqueio sejam retiradas em breve.

O índice de referência recuperou cerca de 22% desde que atingiu uma mínima de oito anos em março, mas ainda está quase 26% abaixo de um recorde máximo atingido em meados de fevereiro, e analistas alertaram que um aumento nos casos de coronavírus poderia desencadear outra liquidação.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 3,34%, a 5.597 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 3,90%, a 10.279 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 3,76%, a 4.353 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 4,78%, a 16.719 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 3,79%, a 6.839 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 2,20%, a 4.137 pontos.

Cotações