PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Ações de petróleo e bancos lideram ganhos na Europa enquanto mercados aguardam decisão de estímulo da UE

23/04/2020 14h03

Por Sagarika Jaisinghani e Susan Mathew

(Reuters) - Uma alta nas ações de energia e bancos elevou as bolsas de valores europeias nesta quinta-feira, com os investidores contando com mais estímulos para reanimar a economia do bloco depois que os bloqueios causados pelo coronavírus interromperam a atividade em abril.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,85%, a 1.307 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,94%, a 333 pontos, recuperando-se pelo segundo dia consecutivo diante da alta dos preços do petróleo após um colapso no início da semana.

O índice de energia saltou 3%, com a Total, BP e Royal Dutch Shell proporcionando o maior impulso ao STOXX 600.

Dando início à temporada de resultados do primeiro trimestre para os grandes credores europeus, o Credit Suisse Group AG registrou lucro líquido acima das expectativas, mas o banco seguiu seus pares norte-americanos ao se preparar para possíveis perdas de crédito devido à pandemia.

"Os bancos estão melhor capitalizados agora do que em 2007, mas esse nível de empréstimos ruins, empréstimos vencidos ou provisões para perdas com empréstimos -- que afetam os resultados imediatamente -- são preocupantes", disse Andrea Cicione, chefe de estratégia da TS Lombard.

A decisão de uma reunião de líderes da União Europeia sobre o financiamento conjunto de uma recuperação econômica é esperada ainda nesta quinta-feira. Enquanto isso, Washington está se preparando para aprovar outros 500 bilhões de dólares para apoiar pequenas empresas e hospitais.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,97%, a 5.826 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,95%, a 10.513 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,89%, a 4.451 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,47%, a 17.011 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,40%, a 6.746 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,18%, a 4.148 pontos.