PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Auditores fiscais do Trabalho interditam planta da JBS após surto de coronavírus

24/04/2020 16h54

SÃO PAULO, (Reuters) - Auditores fiscais do Trabalho vinculados ao Ministério da Economia interditaram uma unidade de processamento de frangos da JBS em Passo Fundo (RS) nesta sexta-feira, devido a um surto de Covid-19 no local, disse o Ministério Público de Trabalho gaúcho à Reuters.

Segundo o MPT, a unidade possui 19 casos confirmados do novo coronavírus. A empresa não confirma a contagem ou fornece quaisquer detalhes sobre o número de pessoas infectadas.

Mais cedo, uma fonte ligada à companhia afirmou à Reuters que eram 12 os funcionários contaminados na instalação.

JBS refuta informações

Após a publicação deste texto, a JBS nota à reportagem negando as acusações e dizendo que "confia em que as atividades em Passo Fundo serão retomadas brevemente"

A empresa também diz que "está confiante na segurança das medidas adotadas com o objetivo de prevenir o contágio da Covid-19 e proteger cada um dos seus colaboradores".

"A empresa esclarece que os seus protocolos atendem em 100% as orientações da Secretaria do Trabalho (Ministério da Economia) para o setor frigorífico. Ao contrário do auto de interdição que extrapola o protocolo da Secretaria do Trabalho, as ações implementadas pela JBS estão totalmente amparadas em laudos e recomendações técnicas dos órgãos de saúde e de especialistas da área médica, incluindo a Consultoria do Hospital Alberto Einstein, contratado pela JBS para apoiar em todas as ações voltadas aos seus colaboradores na área de prevenção e segurança contra a Covid-19, conferindo ainda mais qualidade técnica e segurança aos protocolos implementados pela empresa", diz a nota.