PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Índices europeus são impulsionados por dados de exportações chinesas e balanços fortes

07/05/2020 13h43

Por Sruthi Shankar e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta quinta-feira, com um aumento inesperado nas exportações da China sugerindo alguma resiliência na demanda global, enquanto um lote de balanços majoritariamente fortes também incentivou o sentimento.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,05%, a 1.322 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 1,09%, a 338 pontos, liderado por ganhos no varejo, recursos básicos e serviços financeiros.

A ArcelorMittal, a maior siderúrgica do mundo, saltou 6,8% após seu lucro do primeiro trimestre superar as expectativas. Ainda assim, a empresa francesa registrou lucros muito mais fracos no médio prazo devido ao coronavírus.

A varejista de moda online alemã Zalando subiu 11,5%, liderando os ganhos no setor de varejo após dizer que as vendas estavam se recuperando de um baque inicial devido às paralisações em resposta ao coronavírus, e apesar de um prejuízo no primeiro trimestre.

Acalmando alguns temores sobre a demanda global, Pequim registrou um aumento de 3,5% nas exportações de abril, contrariando as expectativas do mercado de uma queda acentuada, com as fábricas reiniciando a produção após a pandemia de coronavírus.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,40%, a 5.935 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,44%, a 10.759 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,54%, a 4.501 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,50%, a 17.245 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,89%, a 6.730 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,85%, a 4.220 pontos.

Cotações