PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Ações cíclicas derrubam índices europeus com ressurgimento de temores sobre vírus

11/05/2020 15h14

Por Sruthi Shankar e Joice Alves

(Reuters) - As ações europeias fecharam em queda nesta segunda-feira, com bancos, mineradoras e ações de viagens entre as mais golpeadas em meio a preocupações de investidores sobre uma segunda onda de casos de coronavírus, à medida que muitos países relaxam seus bloqueios.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,36%, a 1.328 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,4%, a 340 pontos, depois de ganhar quase 1% na abertura, enquanto uma recuperação pós-feriado nas ações do Reino Unido apoiou os mercados.

À medida que a sessão prosseguiu, setores cíclicos --mais expostos à saúde da economia global-- sentiram o baque conforme investidores se concentraram em notícias de que Alemanha e Coreia do Sul relataram uma aceleração nas novas infecções por coronavírus após medidas para aliviar restrições.

Isso abalou o otimismo, num momento em que a França começa a sair de um dos mais rígidos bloqueios da Europa, enquanto o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, estabeleceu um plano cauteloso para levar o Reino Unido de volta à atividade.

Russ Mold, diretor de investimentos da AJ Bell, disse que os mercados estão percebendo que o fim do bloqueio será bastante gradual e que "a recuperação em forma de V não será tão rápida quanto o esperado".

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,06%, a 5.939 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,73%, a 10.824 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,31%, a 4.490 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,33%, a 17.381 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,63%, a 6.672 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,67%, a 4.209 pontos.