PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Brasil tem novo recorde diário e supera 200 mil casos de coronavírus; 13.993 mortos

14/05/2020 19h55

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil registrou nesta quinta-feira o maior número diário de casos confirmados de coronavírus no país desde o início da pandemia, com mais 13.944 infecções, o que faz com que o total atinja 202.918, com 13.994 mortes em decorrência da Covid-19, informou o Ministério da Saúde.

Em relação ao crescimento diário das mortes por Covid-19, o país notificou 844 novos óbitos nas últimas 24 horas -- o segundo maior registro diário, atrás apenas do recorde de 881 mortes registrado na terça-feira.

O recorde anterior para a contagem de novos casos em um único dia era de quarta-feira, quando foram registradas 11.385 infecções.

A divulgação diária dos números pelo Ministério da Saúde não indica que as infecções e óbitos tenham necessariamente ocorrido nas últimas 24 horas, mas sim que os registros foram inseridos no sistema no período.

O Brasil passou nesta semana o número de casos de Alemanha e França e se tornou o sexto do mundo com mais casos confirmados de coronavírus, atrás apenas de Estados Unidos, Rússia, Espanha, Reino Unido e Itália.

O secretário substituto de Vigilância em Saúde do ministério, Eduardo Macário, revelou nesta quinta-feira que o país realizou 500 mil testes moleculares para detecção de doença, sendo que 372.015 tiveram os resultados divulgados -- o restante está em processamento. [nL1N2CW2GW]

São Paulo continua sendo o mais afetado pelo coronavírus, com 54.286 casos e 4.315 mortes. Na sequência da contagem do ministério vêm o Ceará e o Rio de Janeiro. Embora o Estado do Nordeste possua mais casos --21.017 ante 19.467 do RJ--, o número de mortes é maior no RJ, que possui 2.247 óbitos, ante 1.413 dos cearenses.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o Brasil possui 79.470 pacientes recuperados da Covid-19 e 109.446 em acompanhamento.

Veja um gráfico com os casos pelo mundo: https://graphics.reuters.com/CHINA-HEALTH-MAP/0100B59S43G/index.html

(Por Gabriel Araujo)