PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Minério de ferro sobe na China por preocupação com crise de coronavírus no Brasil

21/05/2020 07h57

Por Enrico Dela Cruz

MANILA (Reuters) - Os futuros do minério de ferro fecharam acima dos 100 dólares por tonelada nesta quinta-feira, com preocupações sobre um aperto na oferta do Brasil, onde a epidemia de coronavírus se agrava, compensando perspectivas fracas para a demanda global por aço.

O minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian encerrou em alta de 2,1%, a 722 iuanes (101,67 dólares) por tonelada, na sétima sessão consecutiva de ganhos.

Na bolsa de Cingapura, o primeiro contratou devolvia perdas iniciais e subia 1,7% na sessão da tarde, para 95,42 dólares por tonelada.

A mineradora brasileira Vale já reduziu sua projeção de produção para 2020 para entre 310 milhões e 330 milhões de toneladas, de entre 340 e 355 milhões antes, mas "mais reduções podem estar a caminho, á medida que infecções por Covid-19 aceleram em importantes províncias de mineração do Brasil", disse a Morgans Financial em nota.

Esperanças de mais estímulos do governo chinês à economia também ajudaram a alimentar o rali, que já leva o minério de ferro de referência a acumular alta de mais de 20% neste ano.

O avanço do minério de ferro, no entanto, "parece cada vez mais sob estresse", pois o mercado enfrenta riscos de baixa, como uma queda acentuada na demanda global de aço este ano e um aumento nos embarques do Brasil e da Austrália quando a pandemia diminuir, disseram estrategistas da ANZ.

No aço, o contrato do vergalhão para construção na bolsa de Xangai fechou em alta de 0,8%.