PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

S&P 500 recua em meio a tensão EUA-China; alta de ações da TJX limita queda do índice

21/05/2020 12h04

Por Ambar Warrick e Medha Singh

(Reuters) - O índice S&P 500 tinha queda nesta quinta-feira, com aumento das tensões comerciais entre Estados Unidos e China e preocupações com a recuperação da crise econômica causada pelo coronavírus diluindo o otimismo gerado pela perspectiva positiva da varejista TJX.

As ações da TJX saltavam 7,6%, para uma máxima em mais de dois meses, e davam o maior impulso ao S&P 500, depois de a empresa sinalizar fortes vendas em suas lojas que reabriram após quarentenas contra o novo coronavírus.

Uma queda nos pedidos de auxílio-desemprego em relação à semana anterior também aumentava o sentimento, pois a leitura reafirmava as visões de que o pior dos danos da pandemia no mercado de trabalho passou.

"A trajetória de perda de empregos caiu drasticamente (e) quando você começar a ver a reabertura de vários Estados, veremos alguns empregos voltarem", disse Edward Moya, analista de mercado sênior da OANDA.

"Provavelmente vamos ter mais algumas semanas de números ruins de pedidos de auxílio-desemprego e depois começaremos a ver as coisas atingirem o fundo do poço."

Um rali de Wall Street desde abril desacelerou neste mês, com investidores avaliando medidas maciças de estímulo ante piora dos indicadores econômicos e tensões comerciais EUA-China retornando ao primeiro plano.

Na quarta-feira, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, criticou ainda mais o tratamento dado por Pequim ao surto.

Às 11:59 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,01%, a 24.573 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,338537%, a 2.962 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,58%, a 9.322 pontos.

(Reportagem de Ambar Warrick e Medha Singh; reportagem adicional de Pawel Goraj)

Economia