PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Ibovespa reduz alta com pressão das ações de bancos

26/05/2020 14h46

Por Peter Frontini

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa perdeu boa parte dos ganhos nesta terça-feira, com papéis do setor bancário passando a cair, enquanto ações de Magazine Luiza eram destaques positivos.

Às 14:43, o Ibovespa subia 0,41 %, a 86.015,84 pontos. O volume financeiro era de 20 bilhões de reais.

Mais cedo, o principal índice da bolsa brasileira chegou a superar os 87 mil pontos, subindo quase 2%. O movimento perdeu força e o índice chegou a operar no vermelho antes de reagir.

As quedas de mais de Bradesco e Itaú Unibanco eram os principais vetores de pressão. Bradesco acumulou quase 15% de valorização nas últimas quatro sessões, enquanto Itaú avançou mais de 10% no mesmo período.

Do outro lado, Magazine Luiza saltava mais de 11%, com executivos da empresa afirmando que esperam receitas e as margens subindo à medida que reabre gradualmente suas mais de mil lojas físicas fechadas devido à pandemia do coronavírus.

Também como destaque positivo, Hypera subia mais de 8%. Uma investigação de um comitê independente da empresa encontrou 110,55 milhões de reais em pagamentos indevidos que serão ressarcidos pelo empresário João Alves de Queiroz Filho.

No exterior, agentes do mercado estavam mais otimistas com a retomada da economia e novas notícias sobre potenciais vacinas de Covid-19. Em Wall Street, o S&P 500 ganhava 1,95%.

"Os investidores estão com um estado de espírito francamente otimista, propensos a ignorar ou a minimizar os riscos", afirmou a Levante Investimentos em nota, mencionando a volta da atividade econômica como principal catalisador da alta.

O grupo de biotecnologia Novavax entrou na corrida para testar em humanos sua vacina contra Covid-19. Dez vacinas experimentais estão sendo testadas em humanos, incluindo a da Novavax.