PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Ações da Gilead avançam após AstraZeneca mostrar interesse em fusão

08/06/2020 10h11

(Reuters) - As ações da Gilead Sciences avançavam nas negociações antes do pregão nesta segunda-feira após uma reportagem de que a empresa foi abordada pelo britânica AstraZeneca para uma possível fusão para formar uma das maiores farmacêuticas do mundo.

As ações da AstraZeneca caíam 2,5% em Londres, com investidores questionaram a lógica do acordo que criaria uma empresa com um valor de mercado combinado de cerca de 232 bilhões de dólares, com base no preço de fechamento de sexta-feira.

Uma fusão também uniria duas fabricantes de medicamentos que estão na vanguarda dos esforços para combater o novo coronavírus, mas poderia ser politicamente sensível, já que os governos buscam o controle sobre possíveis vacinas ou tratamentos para a doença.

O remdesivir da Gilead é o primeiro medicamento a mostrar uma melhora nos pacientes de Covid-19 em estudos formais. As ações da empresa subiram cerca de 18% este ano até o fechamento de sexta-feira.

"(A Gilead) pode estar prestes a ter um dos produtos que mais crescem na indústria, se conseguir estabelecer preços comerciais lucrativos para o remdesivir", disse Geoffrey Porges, analista do SVB Leerink.

Os analistas também viram o acordo como incerto, dado o ambiente político.

Andrew Baum, analista do Citi, disse que antecipava provável tentativa pelo governo dos EUA de bloquear qualquer aquisição potencial de qualquer importante farmacêutica do país envolvida no desenvolvimento de tratamentos para a pandemia.

A reportagem da Bloomberg disse que a AstraZeneca entrou em contato com a Gilead no mês passado, mas a Gilead não estava interessada na fusão com outra grande farmacêutica.

(Por Ludwig Burger, em Frankfurt, Keith Weir, em Londres, e Manas Mishra, em Bengaluru)