PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

STF retira da pauta análise de rescisão de delação de irmãos Batista

10/06/2020 21h35

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidiu retirar da pauta do plenário da corte da próxima quarta-feira o julgamento da eventual rescisão da delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista e outros executivos da J&F.

A decisão foi tomada por Toffoli após o voto nesta quarta-feira do ministro Edson Fachin, relator da ação que questiona o inquérito das fake news. Como só Fachin votou até o momento, o julgamento vai ser retomado na quarta-feira da próxima semana com os votos dos demais ministros do STF.

Com isso, a análise da rescisão da delação dos executivos da J&F foi excluída oficialmente da pauta do plenário e, por ora, não foi indicado uma nova data para apreciação.

O pedido de rescisão foi feito pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em 2017. Se forem rescindido os acordos, eles perderiam direito a benefícios da colaboração, como a imunidade penal.

(Reportagem de Ricardo Brito)