PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

IGP-10 acelera alta a 1,55% em junho com forte impulso do atacado, diz FGV

16/06/2020 08h02

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) passou a subir 1,55% em junho, ante variação positiva de 0,07% no mês anterior, com a alta no atacado dando forte impulso, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, avançou 2,35% no mês, de alta de 0,25% em maio.

Segundo a FGV, a principal colaboração para a alta nos preços do atacado veio dos alimentos e dos combustíveis, que aceleraram seus ganhos em junho a respectivamente 1,88% e 0,22%

Entre os componentes do IPA, o grupo Bens Finais passou de queda de 0,20% em maio para avanço de 1,95% este mês, enquanto as Matérias-Primas Brutas aceleraram a alta de 2,11% para 4,21% em junho.

Para o consumidor os preços continuaram em queda, mas o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), que responde por 30% do índice geral, reduziu a deflação a 0,33% em junho, depois de registrar recuo de 0,51% no mês anterior.

Os preços dos Transportes passaram de uma queda de 2,66% para recuo de 1,01%, enquanto os preços da Alimentação reduziram a alta de 0,78% para 0,27%.

"Todos os índices componentes do IGP-10 apresentaram aceleração e contribuíram para o avanço da taxa do indicador", disse em nota André Braz, coordenador dos índices de preços da FGV Ibre.

Por sua vez, o Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10) acelerou a alta a 0,21% em junho, de 0,19% no período anterior.

O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

Economia