PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Crivella anuncia acordo com bancos para suspender prestações de empréstimo consignado

17/06/2020 18h12

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta quarta-feira um acordo com bancos e financeiras para suspensão, até o fim do ano, dos pagamentos de prestações de empréstimos consignados feitos a servidores municipais.

O acordo vale para servidores municipais ativos, inativos, comissionados e celetistas. A prefeitura estima que mais de 200 mil famílias serão beneficiadas pelo acordo, que prevê que os descontos em folha voltem a acontecer só a partir de janeiro de 2021, sem juros extras e com prazo estendido em mais 24 meses.

As negociações envolveram parlamentares da Câmara Municipal e técnicos da Secretaria da Fazenda.

"A folha salarial na prefeitura, sem obrigações sociais, chega próximo de 700 milhões de reais e os empréstimos consignados são de quase 10% disso", disse Crivella.

Crivella declarou que um decreto sobre o acordo será publicado nessa semana no Diário Oficial do Município.

"Isso traz um alento para nossos servidores, que, além de poderem fazer uma economia, terão a prestação menor devido ao aumento do prazo para o pagamento", declarou Crivella.

Na Câmara municipal já tramitava um projeto de lei nessa direção e, a proposta já tinha sido aprovada em primeiro turno.

"Esses recursos vão para farmácias, supermercados, shoppings que estão reabrindo, os petshops, os tratamentos médicos. É uma notícia muito importante para a nossa cidade, que precisa retomar a economia e manter os empregos", disse o prefeito.

(Por Rodrigo Viga Gaier)