PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Índices da China fecham perto da estabilidade com medidas de Pequim para conter novos casos de vírus

Painel na bolsa de valores de Xangai, na China; país tenta conter novo surto de coronavírus - ALY SONG
Painel na bolsa de valores de Xangai, na China; país tenta conter novo surto de coronavírus Imagem: ALY SONG

Zhang Yan e Andrew Galbraith

17/06/2020 07h47

PEQUIM (Reuters) - As ações da China fecharam com pouca alteração nesta quarta-feira, com os investidores permanecendo cautelosos devido às restrições de viagens e movimento impostas por Pequim em algumas áreas para conter o ressurgimento de casos de coronavírus na capital.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,08%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,14%.

O subíndice do setor financeiro recuou 0,27%, o de consumo teve queda de 0,07% e o setor imobiliário caiu 0,51%.

As empresas farmacêuticas fecharam em alta, com o subíndice de saúde saltando 2,32%. A Shanghai Shenqi Pharmaceutical Investment Management liderou os ganhos, fechando em seu limite diário de alta de 10%.

Vários voos de e para Pequim foram cancelados, escolas fechadas e alguns bairros bloqueados uma vez que as autoridades ampliaram os esforços para conter o surto de coronavírus que provocou temores de maior contágio.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,56%, a 22.455 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,56%, a 24.481 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,14%, a 2.935 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,08%, a 4.017 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,14%, a 2.141 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,20%, a 11.534 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,10%, a 2.669 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,83%, a 5.991 pontos.

(Por Zhang Yan, em Pequim, e Andrew Galbraith, em Xangai)