PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Brasil passa de 978 mil casos de Covid-19; ministério vê possível estabilização

18/06/2020 18h26

Por Gabriel Araujo e Pedro Fonseca

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil registrou nesta quinta-feira 22.765 novos casos de coronavírus, o que eleva o total no país para 978.142, além de mais 1.238 mortes, fazendo com que a contagem de óbitos atinja 47.748, informou o Ministério da Saúde, que apontou uma tendência de estabilização da epidemia.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de infecções e óbitos em decorrência da Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que possuem cerca de 2,2 milhões de casos e 117 mil mortes, e pode superar na sexta-feira a emblemática marca de 1 milhão de casos confirmados da Covid-19.

Em comparação, o terceiro país do mundo com maior número de casos é a Rússia, com pouco mais de 560 mil infecções.

Pelo terceiro dia seguido o Brasil registrou mais de 1 mil óbitos em 24 horas, repetindo tendência das últimas semanas. De acordo com o Ministério da Saúde, a epidemia se encaminha para uma estabilidade, ainda que com números altos.

"Quando você olha a inclinação da curva epidemiológica de novos casos de Covid-19 por semana epidemiológica, dá a entender que nós estamos entrando em um platô. A inclinação da curva se encaminha para uma estabilidade", disse o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia, em entrevista coletiva.

Segundo ele, será necessário confirmar essa tendência nas próximas duas semanas.

Na quarta-feira, o chefe do programa de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan, já havia indicado que a situação está se estabilizando no Brasil, mas alertou que a pandemia ainda é "severa" e exige "extrema precaução". [nS0N2D101B]

Apesar dos números permanecerem altos, muitas cidades e Estados já promovem reaberturas econômicas e flexibilizam as medidas de distanciamento social --entre eles estão São Paulo e Rio de Janeiro, os dois Estados mais afetados pela pandemia no país, segundo dados do Ministério da Saúde.

Pelos números compilados pela pasta às 17h30 desta quinta-feira, São Paulo possui 192.628 casos confirmados e 11.846 mortes. Após o recorde diário de 389 óbitos na véspera, o Estado notificou 325 mortes nas últimas 24 horas.

O Rio de Janeiro, por sua vez, conta com 87.317 infecções e 8.412 óbitos, sendo acompanhado de perto pelo Ceará na lista do ministério, uma vez que o Estado nordestino contabiliza até este momento 87.273 casos e 5.377 mortes.

Ainda de acordo com a pasta, o país possui 482.102 pacientes recuperados da doença e 448.292 em acompanhamento.

Veja um gráfico de casos pelo mundo: https://graphics.reuters.com/CHINA-HEALTH-MAP/0100B59S43G/index.html