PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Bolsonaro diz estar "muito bem" e que pode voltar ao trabalho após exame de Covid-19 na 3ª-feira

13/07/2020 19h40

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que está se sentindo "muito bem" e que fará novo exame de Covid-19 na terça-feira, podendo voltar ao trabalho no Palácio do Planalto caso fique demonstrado que está livre do novo coronavírus.

Bolsonaro afirmou ainda, em entrevista por telefone à CNN Brasil, que está em isolamento em um quarto no Palácio da Alvorada, exceto nos momentos em que recebe asessores para despachar.

"Eu estou muito bem", disse o presidente, lembrando que se sentiu mal exatamente há uma semana, quando teve "febre, mal estar e canseira", mas que desde o dia seguinte tem se sentido bem.

"Amanhã está previsto, não sei se vai se confirmar, um novo exame, e se estiver tudo bem, a gente volta ao trabalho. Caso contrário, espera mais alguns dias", afirmou. "Eu aguardo com bastante ansiedade porque eu não aguento essa rotina de ficar dentro de casa, é horrível. No mais, tudo bem."

Bolsonaro, de 65 anos, anunciou na terça-feira passada que testou positivo para a Covid-19 depois de se submeter a teste na véspera, após ter sentido sintomas. Antes mesmo do resultado do exame, o presidente anunciou que havia iniciado tratamento com a hidroxicloroquina, apesar da falta de comprovação científica do remédio para tratar a Covid-19.

Desde a confirmação do resultado positivo, Bolsonaro tem se mantido em isolamento no Palácio da Alvorada, sua residência oficial, e realizado audiências por videoconferência.

O presidente disse que os assessores com quem tem tido contato no Alvorada já tiveram a Covid-19, portanto já têm os anticorpos para a doença, mas afirmou que mesmo assim tem mantido cuidados como o uso da máscara e o distanciamento social.

A esposa do presidente, Michelle Bolsonaro, informou que seu exame para a Covid-19 deu negativo.

"Aqui tá tudo muito bem conduzido para que eu, em si, não transmita para ninguém, siga os protocolos e aguarde o dia de retornar à atividade normal", disse Bolsonaro na entrevista.

Questionado se acredita que voltará à rotina normal no Palácio do Planalto na próxima semana, Bolsonaro disse que sim, mas ressaltou que precisa antes do resultado do teste.

"Olha, se é pelo que eu estou me sentindo, sim. Mas obviamente temos que saber se eu tenho o vírus ainda ou não, né? Porque se eu voltar, eu posso transmitir para alguém. Então, enquanto não estiver livre do vírus, eu continuo aqui."

(Por Pedro Fonseca)