PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Wall St tem forte queda com vendas de ações de tecnologia

23/07/2020 18h27

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Wall Street recuou acentuadamente nesta quinta-feira, com investidores vendendo ações de tecnologia líderes de mercado, em dia de balanços corporativos mistos e maiores sinais de piora na pandemia do coronavírus, o que pode piorar a recessão econômica.

A queda se intensificou depois de documento de um grupo de monitoramento de tecnologia mostrar que vários Estados dos EUA estão investigando a Apple por potencialmente enganar consumidores.

O índice S&P 500 recuou mais de 1%, interrompendo uma série de ganhos de quatro dias, com sua maior queda percentual diária desde 26 de junho. Os três principais índices acionários dos EUA perderam terreno, com as ações em queda da Apple, Microsoft e Amazon.com sendo as que mais pesaram.

A Apple teve queda de 4,6%.

"Tem havido uma disparidade entre crescimento e valor e esse estreitamento tem começado", disse Stephen Massocca, vice-presidente sênior da Wedbush Securities em São Francisco.

O Russell 2000 e o S&P Smallcap 600, índices de 'small caps', superaram o desempenho do mercado em geral.

Os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA subiram inesperadamente para 1,416 milhão na semana passada, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

O total de casos de coronavírus nos EUA superou 4 milhões nesta quinta-feira, com uma média de quase 2,6 mil novas infecções a cada hora, de acordo com uma contagem da Reuters.

O Dow Jones caiu 1,31%, para 26.652,33 pontos, o S&P 500 perdeu 1,23%, para 3.235,66 pontos, e o Nasdaq recuou 2,29%, para 10.461,42 pontos.