PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

BC russo corta taxa básica de juros a nova mínima recorde de 4,25%

24/07/2020 08h13

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia reduziu sua principal taxa de juros para uma mínima recorde de 4,25% nesta sexta-feira, e disse que avaliará a necessidade de mais flexibilização monetária em meio à inflação baixa e à economia em queda.

O corte de 25 pontos-base ficou em linha com uma pesquisa da Reuters que previa que a Rússia cortaria o custo dos empréstimos pela quarta vez este ano para enfrentar uma crise econômica desencadeada pela Covid-19 e bloqueios relacionados.

"Se a situação se desenvolver de acordo com a previsão do cenário básico, o Banco da Rússia avaliará a necessidade de mais reduções nos juros nas próximas reuniões", afirmou o banco central.

O banco também revisou suas previsões econômicas. Agora, espera que o Produto Interno Bruto encolha de 4,5% a 5,5% este ano antes de retornar ao crescimento em 2021. O banco central previa anteriormente uma contração do PIB de 4% a 6% este ano.

A inflação anual estava próxima de 3,3% até 20 de julho, permanecendo abaixo da meta de 4% do banco central.

"De acordo com a previsão do Banco da Rússia, dada a atual orientação da política monetária, a inflação anual chegará a 3,7%-4,2% em 2020 e a 3,5%-4,0% em 2021, e ficará perto de 4% posteriormente", afirmou a instituição.