PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Recuperação da crise na França pode ser melhor do que o esperado, diz presidente do BC

30/07/2020 09h25

PARIS (Reuters) - A crise econômica da França pode não ser tão ruim quanto previsto e a atividade na segunda maior economia da zona do euro pode retornar aos níveis pré-crise no início de 2022, disse o presidente do banco central do país.

François Villeroy de Galhau disse à revista Paris Match que o governo do presidente Emmanuel Macron deve gastar sabiamente para recuperar a confiança na economia. A confiança das famílias e do setor privado foi a chave para uma recuperação relativamente rápida, disse ele.

"Nossas previsões estimam uma queda de 10% no PIB este ano: pode ser um pouco melhor, com uma forte recuperação depois, para a economia recuperar um nível de atividade pré-Covid no início de 2022", disse Villeroy em entrevista publicada nesta quinta-feira.

O governo utilizou um pacote de crise no valor de 137 bilhões de euros, ou mais de 6% do Produto Interno Bruto, para amortecer o impacto imediato da epidemia e também se comprometeu a garantir 300 bilhões de euros em empréstimos bancários para ajudar a manter as empresas em atividade.

Após as férias de verão (no Hemisfério Norte), o governo apresentará um pacote de estímulo de 100 bilhões de euros para impulsionar a recuperação. As decisões de gastos precisariam ser inteligentes, disse Villeroy.