PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Wall Street recua após queda histórica do PIB e Trump sugerir adiamento de eleições

30/07/2020 12h20

Por Medha Singh e Devik Jain

(Reuters) - Wall Street operava em baixa nesta quinta-feira, após uma contração histórica do PIB no segundo trimestre e um tuíte do presidente Donald Trump que levantou a possibilidade de adiamento das eleições presidenciais de novembro nos Estados Unidos.

Trump, sem provas, repetiu suas alegações de fraude nas votações pelo correio e levantou a possibilidade de um adiamento, apesar de a data constar na Constituição dos EUA.

Dados oficiais mostraram que a economia norte-americana sofreu a maior contração desde a Grande Depressão no segundo trimestre, quando as atividades empresariais pararam abruptamente devido a esforços para retardar o surto de vírus.

O número de pedidos de auxílio-desemprego novamente mostrou aumento na semana mais recente, reforçando sinais de que o ritmo da recuperação econômica diminuiu, especialmente nos Estados do sul e oeste dos EUA.

"Os dados de curto prazo indicam que estamos meio que achatando um pouco (a curva de recuperação), o que indica que a retomada é muito menos um 'V' e um pouco mais um 'sinal de raiz quadrada' neste momento", disse Paul Nolte, gestor de portfólio na Kingsview Asset Management em Chicago.

"Os mercados estão tendo um 'respiro' e avaliando como serão os próximos seis meses. Temos muitas coisas para avaliar, da China às eleições, do vírus à reabertura de escolas."

O Federal Reserve reconheceu na quarta-feira que o aumento nos casos provavelmente está travando a recuperação, ao mesmo tempo que promete apoiar a economia pelo tempo necessário, impulsionando os três principais índices de Wall Street no final da sessão.

Todos os setores de S&P operavam no vermelho nesta quinta-feira, com os segmentos economicamente sensíveis --financeiro, energia e materiais básicos-- liderando as perdas.

Às 12:17 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,29%, a 26.197 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 1,087944%, a 3.223 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,51%, a 10.489 pontos.