PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Petróleo sobe com dados da indústria da China e expectativa por estímulo nos EUA

10/08/2020 18h22

Por Laura Sanicola

NOVA YORK (Reuters) - Os contratos futuros do petróleo avançaram nesta segunda-feira, apoiados por dados que sugerem uma recuperação das indústrias chinesas para níveis pré-pandemia, por sinais de aumento na demanda por energia e pelas expectativas de um acordo quanto a um novo pacote de estímulos relacionados ao coronavírus nos Estados Unidos.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,59 dólar, ou 1,3%, a 44,99 dólares por barril. Já o petróleo dos EUA (WTI) avançou 0,72 dólar, ou 1,8%, para 41,94 dólares o barril.

Os preços obtiveram suporte após o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciar via Twitter que importantes nomes democratas do Congresso desejam se reunir com ele para discutir o novo pacote de auxílio em função da pandemia.

"O complexo do petróleo depende muito desse auxílio. Nós precisamos que as pessoas possam impulsionar a atividade econômica e, assim, gerar demanda", disse John Kilduff, sócio da Again Capital em Nova York.

No domingo, o presidente-executivo da Saudi Aramco, Amin Nasser, disse ver uma recuperação na demanda por petróleo na Ásia, à medida que as economias reabrem gradualmente.

Enquanto isso, a deflação dos preços ao produtor na China diminuiu em julho, em meio à alta dos valores globais do petróleo e conforme a atividade industrial avança para os níveis pré-coronavírus.

"Um pequeno número de manchetes positivas em meio ao coronavírus foi suficiente para trazer de volta o interesse por compras ao mercado da gasolina", afirmou Jim Ritterbusch, da Ritterbusch and Associates.

(Reportagem de Laura Sanicola, com reportagem adicional de Bozorgmehr Sharafedin em Londres e Sonali Paul em Melbourne)