PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Mercados têm queda com peso de ações ligadas a recursos básicos

25/08/2020 13h52

Por Sruthi Shankar e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias fecharam em queda nesta terça-feira, prejudicadas por perdas nas blue-chips britânicas, enquanto dados econômicos mistos e o crescimento contínuo de novos casos de coronavírus minaram o otimismo sobre um possível tratamento para a Covid-19.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,32%, a 1.435 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,3%, a 370 pontos, ficando confortavelmente dentro de sua faixa de negociação estabelecida em meados de maio.

O índice de referência havia subido na segunda-feira depois que os Estados Unidos autorizaram o uso de plasma sanguíneo de pacientes que se recuperaram da Covid-19 como uma forma de tratamento.

As ações britânicas ligadas a commodities estavam entre as maiores perdedoras no índice, com a força da libra pesando em suas margens de exportação.

O STOXX 600 ainda está cerca de 15% abaixo de uma máxima recorde pré-pandemia, uma vez que a recuperação ante as mínimas de março estagnou diante do ressurgimento de casos de Covid-19 no continente e em meio a um crescimento econômico lento. Dados da semana passada mostraram que a atividade empresarial estava tropeçando na região.

"Embora esperemos que a economia da área do euro se recupere rapidamente da desaceleração, a escala da queda da produção aumenta o risco de 'cicatrizes' de longa duração na capacidade produtiva da economia", escreveram analistas do Goldman Sachs em nota.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,11%, a 6.037 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,04%, a 13.061 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,01%, a 5.008 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,41%, a 20.030 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,01%, a 7.108 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,06%, a 4.381 pontos.