PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Bolsonaro diz esperar que Selic caia ainda mais

03/09/2020 21h07

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, em transmissão pelas redes sociais, esperar que a Selic, atualmente na mínima história de 2% ao ano, caia novamente, embora tenha ressalvado que a decisão é de responsabilidade do Banco Central e que não interfere no processo.

"A Selic está em 2%, isso nunca aconteceu no Brasil, não foi no canetaço, não. Foi com responsabilidade... Se o juros continuar caindo, a responsabilidade é do Banco Central, eu não participo nisso, não interfiro", disse.

"Logicamente... a gente fica feliz aí. Espero que caia da próxima vez, espero, né, daqui a uns 30 dias", acrescentou.

No dia 5 de agosto, o BC cortou a Selic em 0,25 ponto, em linha com expectativa majoritária do mercado, atingindo a mínima de 2% ao ano, e ainda manteve a porta aberta para novos ajustes na taxa de juros à frente, embora tenha pontuado que, se vierem, eles serão ainda mais graduais e dependerão da situação das contas públicas.

A próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), órgão que define a taxa de juros, está marcada para os dias 15 e 16 de setembro.