PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Depósitos superam saques em R$ 11,4 bi, e poupança tem melhor agosto desde 1995

No acumulado do ano, a captação líquida da poupança chegou a R$ 123,981 bilhões, valor também recorde - Getty Images
No acumulado do ano, a captação líquida da poupança chegou a R$ 123,981 bilhões, valor também recorde Imagem: Getty Images

Da Reuters, em Brasília

04/09/2020 15h32

A tradicional caderneta de poupança registrou captação líquida de R$ 11,403 bilhões em agosto, no maior dado para o mês desde o início da série histórica, em 1995, informou hoje o Banco Central.

No mês, os depósitos superaram os saques em R$ 7,948 bilhões no SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), enquanto na poupança rural houve entrada de R$ 3,455 bilhões.

No acumulado do ano, a captação líquida da poupança chegou a R$ 123,981 bilhões, valor também recorde.

A poupança tem registrado fortes captações em meio à bilionária liberação de recursos pelo governo em meio à pandemia, principalmente por meio do auxílio emergencial.

A nova realidade de juros básicos no país também tem feito a poupança, que é isenta de Imposto de Renda, se tornar uma alternativa mais simples de investimento na comparação com alternativas tradicionais da renda fixa que são referenciadas na Selic, mas pagam impostos.

Em agosto do ano passado, a poupança captou R$ 1,316 bilhão. Em todo o ano de 2019, os depósitos superaram os saques em R$ 13,3 bilhões.