PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Primeiro-ministro grego anuncia alívio fiscal para ajudar emprego

12/09/2020 15h09

Por George Georgiopoulos e Renee Maltezou

ATENAS (Reuters) - O primeiro-ministro da Grécia, Kyriakos Mitsotakis, anunciou neste sábado um pacote de alívio fiscal para melhorar os níveis de emprego, em meio a uma retração da economia causada pela pandemia de coronavírus, assim como um aumento de despesas para fortalecer as capacidades de Defesa do país.

Em seu discurso econômico anual em Thessaloniki, no norte, Mitsotakis disse que seu governo conservador acabará com os impostos imobiliários em 26 ilhas e diminuirá encargos sociais para trabalhadores e empregados.

"Nossa prioridade não pode ser outra senão preservar o emprego", disse.

A recuperação econômica da Grécia foi interrompida pelo surto de Covid-19 e pelas medidas para combater a pandemia. O PIB caiu a uma taxa anual de 15,2% no segundo semestre, diante do choque causado pelo coronavírus.

Dependente do turismo, a economia foi atingida com dureza pelos isolamentos e restrições de viagens. Até agora, o apoio do governo, como um esquema de licenças a empregados, conteve a alta do desemprego, que subiu para 18,3% em junho, maior taxa em 16 meses.

O apoio do governo ajudou a minimizar o golpe à economia. Apesar das finanças apertadas, as metas fiscais para este ano e o próximo foram dispensadas para permitir uma injeção de liquidez.

Mas a resposta transformou superávits primários, que excluem gastos com serviços da dívida, em déficits - que devem alcançar entre 5% e 6% do PIB este ano.