PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Wall St sobe com perspectivas de estímulo após pedidos de auxílio-desemprego permanecerem altos

08/10/2020 11h49

Por Sagarika Jaisinghani e Devik Jain

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street subiam nesta quinta-feira, com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sinalizando progresso nas negociações de novos estímulos fiscais, enquanto dados norte-americanos mostraram que os pedidos de auxílio-desemprego permaneceram teimosamente altos na semana passada.

Dois dias depois de cancelar as negociações de um projeto abrangente de ajuda fiscal, Trump disse que algumas discussões estavam em andamento com os democratas sobre o aumento do auxílio às companhias aéreas norte-americanas e o fornecimento de cheques emergenciais de 1.200 dólares aos cidadãos.

O índice de linhas aéreas do Dow Jones saltava 1,3%, com Delta Air Lines, United Airlines Holdings, JetBlue Airways e American Airlines Group ganhando mais de 1% cada.

"O mercado realmente depende de estímulos (fiscais) e está tentando prever o que isso será", disse Tim Chubb, diretor de investimentos da Girard.

Sugerindo um clima de apetite por risco mais amplo, todos os 11 principais subíndices do S&P operavam em alta, com o setor de energia acompanhando um salto nos preços do petróleo.

Dados desta quinta-feira mostraram que o número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu na semana passada, mas sinalizaram que o mercado de trabalho está fazendo pouco progresso em levar milhões de pessoas de volta ao trabalho após terem ficado desempregadas em meio às interrupções da Covid-19.

Às 11:48 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,43%, a 28.425 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,621153%, a 3.441 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,33%, a 11.402 pontos.