PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Ibovespa ronda 107 mil pontos com otimismo sobre vacina para Covid-19; Carrefour Brasil recua

23/11/2020 11h36

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista abria a semana com viés positivo, com o Ibovespa ao redor de 107 mil pontos, em meio a apostas otimistas sobre o desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus, enquanto Carrefour Brasil era destaque negativo.

Às 11:20, o Ibovespa subia 0,96%, a 107.062,35 pontos. O volume financeiro era de 5 bilhões de reais.

A farmacêutica britânica AstraZeneca anunciou nesta segunda-feira que sua potencial vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford pode ser em torno de 90% eficaz sem nenhum efeito colateral grave.

O anúncio vem após a Pfizer pedir a reguladores dos EUA na sexta-feira autorização para uso de emergência de sua vacina, algo que pode acontecer ainda na primeira quinzena de dezembro.

No exterior, o sinal positivo prevalecia entre os futuros em Wall Street, assim como avançavam os preços do petróleo.

"Os ativos de risco estão abrindo a semana em tom mais positivo, na esteira da possibilidade de que uma vacinação em massa para combater a pandemia possa ter início já em dezembro", observou Dan Kawa, da TAG Investimentos.

Após a sinalização da Pfizer, acrescentou o estrategista, o anúncio da AstraZeneca dá ainda mais esperanças de que o mundo caminha para uma resolução estrutural para a pandemia.

Moncef Slaoui, principal conselheiro científico da Operação Warp Speed, disse que a FDA (Agência de Alimentos e Medicamentos dos EUA) provavelmente concederá em meados de dezembro uma aprovação para a distribuição da vacina produzida pela Pfizer e BioNTech.

DESTAQUES

- AZUL PN e GOL PN subiam 3,75% e 2,31%, respectivamente, na esteira do noticiário sobre vacina contra o Covid-19, uma vez que a pandemia afetou fortemente a demanda e os resultados das companhias aéreas.

-IRB BRASIL RE ON valorizava-se 4,59%, dando continuidade à recuperação dos papéis no mês, que já se aproxima de 19%. A resseguradora anunciou mais cedo serviço de informações e estatísticas do setor.

- BRF ON avançava 4,04%, com o setor de alimentos e proteínas como um todo entre os destaques de alta. JBS ON subia 3,41%, MINERVA ON tinha elevação de 4,02% e MARFRIG ON ganhava 3,40%.

- PETROBRAS PN mostrava alta de 2,83%, na esteira do avanço dos preços do petróleo no exterior, onde o Brent tinha acréscimo de 1,6%, a 45,68 dólares o barril.

- VALE ON subia 1,61%, acompanhando o movimento de ações do setor de mineração e siderurgia na Europa.

- BRADESCO PN avançava 1,23% e ITAÚ UNIBANCO PN valorizava-se 0,95%, também endossando o sinal positivo do Ibovespa.

- CARREFOUR BRASIL ON caía 4,07%, após seis pregões seguidos de alta, tendo ainda no radar repercussão do assassinato por espancamento de um homem negro em uma loja do grupo em Porto Alegre na noite de quinta-feira.