PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Produção industrial dos EUA aumenta em novembro e supera expectativas

15/12/2020 11h36

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - A produção industrial dos Estados Unidos avançou mais do que o esperado em novembro, impulsionada pela produção de veículos motorizados, mas o ímpeto pode desacelerar nos próximos meses já que um novo surto de infecções por Covid-19 tem deixado trabalhadores em casa e fechado fábricas temporariamente.

Outros dados divulgados nesta terça-feira sugeriram que um ambiente de inflação benigna pode persistir por um tempo, com os preços de importação mal subindo no mês passado, mesmo com o dólar fraco em relação às moedas dos principais parceiros comerciais dos Estados Unidos.

A forte produção nas fábricas está desafiando os sinais de desaceleração na recuperação da economia diante da recessão do coronavírus, com aumento das demissões. As vendas no varejo provavelmente caíram em novembro pela primeira vez desde abril, de acordo com uma pesquisa da Reuters com economistas. O relatório de vendas no varejo de novembro será divulgado na quarta-feira.

"As medidas de contenção da Covid-19 devem exercer um forte impacto econômico nos próximos meses e o setor manufatureiro não ficará imune, mas será muito menos diretamente impactado do que os serviços ao consumidor nas grandes cidades", disse James Knightley, economista-chefe internacional do ING.

A produção manufatureira avançou 0,8% no mês passado depois de subir 1,1% em outubro, informou o Federal Reserve nesta terça-feira. A produção permanece 3,8% abaixo do nível pré-pandemia. Economistas consultados pela Reuters previam alta de 0,3% na produção manufatureira em novembro.

A produção de veículos motorizados teve recuperação de 5,3%, após cair por três meses consecutivos. Excluindo os veículos, a produção manufatureira subiu 0,4%, após alta de 1,3% em outubro.

Uma mudança na demanda de serviços para bens durante a pandemia está sustentando a recuperação da manufatura. Mas a crise implacável também representa um risco. O Institute for Supply Management relatou neste mês queda no sentimento empresarial em novembro, com as indústrias dizendo que o ressurgimento das infecções por coronavírus estava sobrecarregando os fornecedores e que as linhas de produção estavam sendo fechadas por falta de pessoal.

Enquanto isso, inflação tímida foi ressaltada por um relatório separado do Departamento do Trabalho dos EUA desta terça-feira, que mostrou que os preços de importação subiram 0,1% no mês passado, após queda de 0,1% em outubro.

Os preços de importação, que excluem tarifas, recuaram 1,0% nos 12 meses até novembro, após queda a taxa semelhante em outubro. Os preços de importação anuais têm recuado há 10 meses consecutivos.