PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Rede de cinemas AMC descarta falência iminente

25/01/2021 14h09

(Reuters) - A AMC Entertainment disse na segunda-feira que qualquer conversa sobre uma iminente falência está "completamente fora de questão" depois que a rede de cinemas arrecadou 917 milhões de dólares adicionais para ajudar a amortecer o golpe da pandemia.

As ações da empresa, que perderam quase metade de seu valor nos últimos 12 meses quando foi forçada a fechar os cinemas durante pandemia de coronavírus, valorizavam-se quase 31% nesta tarde.

Embora o presidente-executivo da AMC, Adam Aron, tenha dissipado os temores dos investidores levantando repetidamente novos fundos, o negócio ainda não atingiu os níveis pré-pandêmicos.

A AMC, que também opera os cinemas Odeon do Reino Unido, reabriu a maioria de suas salas, mas novas medidas de distanciamento social e um mal-estar mais amplo sobre a visita a locais públicos afetaram fortemente a empresa.

A pandemia de Covid-19 devastou a indústria cinematográfica em 2020, e as vendas de ingressos nos Estados Unidos e Canadá caíram 80%.

"Olhando para o futuro, para que o AMC tenha sucesso a médio prazo, vamos precisar que grande parte do público como um todo nos Estados Unidos e no exterior seja vacinado", disse Aron.

A AMC, sediada em Nova York, disse que levantou capital emitindo novas ações, enquanto executava cartas de compromisso para obter mais dívidas.

A AMC acrescentou que estava estimando que sua "pista financeira foi estendida para dentro de 2021", mas alertou os investidores sobre a incerteza de suas necessidades futuras de caixa.

(Reportagem de Eva Mathews e Subrat Patnaik em Bengaluru)