PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

China fecha sua maior compra de milho dos EUA

29/01/2021 12h54

Por Mark Weinraub

CHICAGO (Reuters) - A China registrou sua maior compra de milho norte-americano até o momento, informou nesta sexta-feira o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês), em meio a um aumento na demanda por ração animal no país asiático.

O USDA disse que exportadores privados informaram a venda de 2,108 milhões de toneladas de milho para entrega à China no ano comercial de 2020/21. Foi a segunda maior venda diária já registrada, superada apenas por um acordo de 3,172 milhões de toneladas com a União Soviética em janeiro de 1991.

A negociação superou uma compra anterior pela China de 1,937 milhão de toneladas de milho, em julho de 2020.

O governo chinês tem procurado aumentar suas importações do cereal, disseram três fontes da indústria à Reuters em outubro, depois que tempestades e secas restringiram o abastecimento doméstico.

A última venda segue acordos realizados no início desta semana que renderam à China 3,74 milhões de toneladas da oferta dos EUA.

Os compradores chineses também adquiriram 132.000 toneladas adicionais de milho --no valor de cerca de dois carregamentos-- para entrega em 2021/22.

As importações de milho do país asiático podem subir para entre 25 milhões e 27 milhões de toneladas na atual safra de 2020/21, incluindo 18 a 20 milhões de toneladas dos Estados Unidos, disse na quarta-feira o presidente da consultoria AgResource, com sede em Chicago.

Caso isso se confirme, a China se tornaria a maior compradora mundial de milho. Na temporada de 2019/20, as importações chinesas do cereal totalizaram apenas 7,6 milhões de toneladas.

Os futuros de milho da bolsa de Chicago saltaram 9,25 centavos de dólar, para 5,4375 dólares por bushel no início do pregão desta sexta-feira, ameaçando superar uma máxima de sete anos e meio registrada na quinta-feira.

(Reportagem de Mark Weinraub)

PUBLICIDADE